L. Bronwstone
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
Textos

-x-xx-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x—xx-x-x-x-x-x-x-x
Vídeo da simulação, Iniciado.parte01
xx.x.x.x.x.x.x..x.x.x.x.x.x.x.xx.x.x.x.x.x.x.x.x.xx.x.x.xx.x.x.x
                                                                            

      
801 D.C
A CHEGADA



 
 
     Olá, bem aventurados, me chamo Jonas Nínive Goulart, ou se preferir Jonas Goulart, nasci em Portugal, tenho vinte e dois anos e apesar da minha idade sou um mestre assassino, fui enviado pelos anciões do credo para uma missão de extrema importância para nossa irmandade, ela poderá definir o futuro para os assassinos, o que temos em planejamento é transformar esta terra em uma central para todas as operações do credo.

  Mas as informações que tenho até o momento são muito limitadas, muitos assassinos não retornaram com respostas, o que eu posso dizer no momento é  que o Brasil já está dividido, a região norte pertence aos templários e algumas tribos locais, em torno de quatro tribos apóiam a causa dos templários, o sul está muito escasso, tem duas tribos que apóiam a causa dos assassinos, neste exato momento estou visualizando a terra firme, fora o meu barco tem mais vinte barcos me acompanhando, temos em torno de quinhentos assassinos preste a pisar nesta terra,  reunimos assassinos de diversos territórios para esta missão, como disse anteriormente é a missão que irá definir o futuro.
 
   Através dos anciões fui escolhido como líder deste batalhão, eu sei que sozinho não posso comandar todos, então definir três comandantes para liderar junto a mim, o primeiro é  Ulf um assassino viking, apesar de jovem é muito inteligente, posso dizer abertamente que ele é meu melhor amigo,  o próximo é Kizar um assassino romano, não é mais nenhum jovem, mas precisamos de alguém como ele para organizar as coisas, e o último não menos importante é Giovanni, um assassino italiano, jovem também, mas tem muitas qualidades, é muito engenhoso no que faz, todos eles são de extrema confiança, assim como nós, nossas armas são variadas, fabricadas em diversas localidades e se não fosse pelos assassinos vikings nos fornecerem as suas embarcações e nos ensinar sobre viagens marítimas, esse tipo de missão não seria possível, tenho muito a agradecer principalmente ao Ulf que intermediou pela causa com os  lideres vikings.

  Apesar de eu ser de Portugal meu arsenal foi desenvolvido por italianos, um homem não muito comum, que confio plenamente que realizou tais feitos seu nome é Enrico da Vinci, provavelmente você nunca ouviu falar dele, ele vive nas sombras assim como nós, qualquer desafio que encontrarmos este homem pode solucionar. 


  Ancoramos os barcos em alguma região do sul, porque é mais seguro devido ser uma área neutra, teríamos tempo de nos preparar e  investigar, e se for preciso lutar, a quantidade de assassinos é uma forma  de intimidação, nossos planos é tentar resolver as coisas no diálogo. Pra nossa sorte a mata não é tão fechada e já existe trilhas feitas pelo homem, alguns grupos ficaram na baía e um pequeno grupo junto a mim adentrou na floresta, nosso objetivo é encontrar as duas tribos que apoiam a causa, para vermos o que eles tem a nos oferecer, o nome das tribos segundo o códex que eu tenho em mãos são chamadas de Stone e Azon, espero conseguir novas informações sobre a área e como devemos proceder a seguir, bom será uma longa caminhada até chegarmos lá...
 



 x-xx-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x—x
Vídeo da simulação, pausado.
xx.x.x.x.x.x.x..x.x.x.x.x.x.x.xx.x.x.x.x.x.x.x.x.x
L Brownstone
Enviado por L Brownstone em 23/07/2017
Alterado em 10/11/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras